Skip to content

Frank Sinatra aos socos e pontapés

março 5, 2010

Blue eyes, você era um doce. De urtiga. Quando fez uma temporada de shows em Chicago em 1976, o número de policiais ao redor de seu hotel fez o jornalista Mike Royko, do Chicago Daily News, escrever sobre o “séquito de lacaios” que o rondava e reclamar o desperdicio no uso desse contingente. Mais: disse ter enxergado uma peruca no topo da cabeça de Sinatra.

A resposta veio em carta do próprio Frank (ao lado), transcrita a seguir:

Deixe-me começar esta nota dizendo que não conheço você e você não me conhece. Acho que, se me conhecesse:

1º) iria imediatamente perceber que eu não tenho um exército de lacaios.

2º) nem eu, nem minha secretária, nem meu pessoal de segurança pediram proteção policial. Isso não é necessário.

É bem óbvio que a sua fonte de informações fede, o que não é surpreendente vindo de pessoas que escrevem em jornais para ganhar a vida. Elas raramente checam os fatos. Se a polícia decidiu ser generosa comigo, aprecio. Mas se você tem qualquer questão com a Força de Polícia de Chicago, por que não discute diretamente com eles em vez de mim – ou isso é demais para você?

3º) quem lhe dá o direito de decidir o quanto sou detestado se você não sabe nada sobre mim? A única coisa honesta que li no seu texto é você admitir não ser uma pessoa querida, e pela maneira como escreve posso compreendê-lo. Francamente, não entendo porque as pessoas não cospem no seu olho três ou quatro vezes por dia.

Quanto à minha reputação de “durão” você e mais ninguém pode provar essa alegação. Você e milhões de outros crédulos americanos lêem o tipo de porcaria escrita pelas mesmas colunistas de fofocas do sexo feminino que você está tão galhardamente tentando proteger, as concessionárias de lixo que eu chamo prostitutas, e não há dúvida de que é exatamente o que elas são, o que faz de você um cafetão, pois está usando pessoas para ganhar dinheiro do mesmo modo que elas fazem.

Por último, certamente não menos importante, se você é um homem de jogo:

a) se você provar, sem enganos, que eu já soquei qualquer idoso bêbado ou não, ganha US$ 100.000.

b) te deixo puxar minha peruca; se ela se mover, te dou outros US$ 100.000; se não, te dou um soco na boca. Que tal assim?

Daqui

No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: