Skip to content

Duplex: Can’t Find My Way Home

julho 30, 2009

Antes de conhecer a original de “Can’t Find My Way Home”, do inglês Steve Winwood, fui apresentado à versão voz e violão gravada no disco de exilio de Gilberto Gil, em 1971. Isso na minha adolescência, quando descobri a produção musical da virada dos 60 pros 70, lá e cá, e gastei um monte de vinis até a raiz. Até hoje acho a versão de Gil superior à de Winwood: com ele, “Can’t Find My Way Home” ganhou uma melancolia que vestia perfeitamente o frio londrino distante de sua ensolarada terra natal. Já com toda aquela liberdade de improvisação cheia de vocalises e scats africanos que ele desenvolveu e levou à perfeição em, p. exemplo, “Oriente”, de seu seguinte “Expresso 2222” (1972). E que virou uma de suas marcas registradas.

Mas por que essa canção foi desencavada pro Duplex de hoje? Ah, sim, é que meu amigo Jean Boechat, que conheci com sua guitarra nos testes de Música Popular da UNICAMP, me deu um toque esses dias do último trabalho de Eric Clapton com Steve Winwood, que eu não conhecia ainda: o CD duplo “Live From Madison Square Garden” (WEA), reencontro que remete ao passado de ambos no grupo Blind Faith (Clapton, Winwood, Ginger Baker e Ric Grech). Naquela época, 1969, Clapton estava a fim de dar um tempo nos longos solos de “Deus” do Cream, mas nem por isso esnobou a firme presença na bateria do 1/3 restante da Nata, mr. Gengibre Padeiro. E Winwood compareceu com seus vocais e teclas. O único disco do Blind Faith teve ainda o episódio da capa censurada: a versão original mostrava uma pré adolescente de topless. Na Inglaterra tudo bem, mas nos Estados Unidos, terra dos mórmons, o disco saiu com uma foto PB da banda na capa.

Eric Clapton + Steve Winwood, 2009

Gilberto Gil, 1971

E claro, se você quiser ver os caras tocando “Can’t Find My Way Home” naquela época, just play:

Come down of your throne and leave your body alone.
Somebody must change.
You are the reason I’ve been waiting so long.
Somebody holds the key.

Well I’m near the end and I just ain’t got the time
And I’m wasted and I can’t find my way home.

Come down on your own and leave your body alone.
Somebody must change.
You are the reason I’ve been waiting all these years.
Somebody holds the key.

No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: