Skip to content

Feijoada: Moreira da Silva na subida do morro

maio 13, 2009

4ª feira é dia de feijoada!

E o breque do meio da semana é hoje com samba de Kid Morengueira, o gatilho mais rápido do oeste. Que sempre gostou de cinema e aqui aparece cantando no filme “Maria 38” (1960), de Walter Macedo. Música adequada para um pratão de feijoada, “Na Subida do Morro” conta a vingança de um malandro contra outro que bateu em sua mulher: Aí meti a mão lá na duana, na peixeira (…), peguei o Vargolino pelo abdome, desci pelo duodeno, vesícula biliar e fiz-lhe uma tubagem; ele caiu, bum!, todo ensangüentado. Vendo o número musical isolado do filme, a cena é meio bizarra, com Moreira gingando e detalhando sua “cirurgia” no rival, enquanto os espectadores fumam e conversam impassíveis à malemolência morenguesca.

De sobremesa, um pudim: a gravação que Jards Macalé fez da mesma música, em “Macalé Canta Moreira” (2001), seu disco-homenagem ao inventor do samba de breque, com participação de Zeca Baleiro. Tá na mesa:

Na Subida do Morro (Moreira da Silva/ Ribeiro Cunha)

Na subida do morro me contaram
Que você bateu na minha nêga
Isso não é direito
Bater numa mulher
Que não é sua
Deixou a nêga quase nua
No meio da rua
A nêga quase que virou presunto
Eu não gostei daquele assunto
Hoje venho resolvido
Vou lhe mandar para a cidade
De pé junto
Vou lhe tornar em um defunto

Você mesmo sabe
Que eu já fui um malandro malvado
Somente estou regenerado
Cheio de malícia
Dei trabalho à polícia
Prá cachorro
Dei até no dono do morro
Mas nunca abusei
De uma mulher
Que fosse de um amigo
Agora me zanguei consigo
Hoje venho animado
A lhe deixar todo cortado
Vou dar-lhe um castigo
Meto-lhe o aço no abdômen
E tiro fora o seu umbigo

Aí meti-lhe o aço, quando ele vinha caindo disse,
– ‘Morengueira, você me feriu”,
Eu então disse-lhe:
– ‘É claro, você me desrespeitou, mexeu com a minha nega’.
Você sabe que em casa de vagabundo, malandro não pede emprego. Como é que você vem com xavecada, está armado? Eu quero é ver gordura que a banha está cara!
Aí meti a mão lá na duana, na peixeira, é porque eu sou de Pernambuco, cidade pequena, porém decente, peguei o Vargolino pelo abdome, desci pelo duodeno, vesícula biliar e fiz-lhe uma tubagem; ele caiu, bum!, todo ensangüentado.
E as senhoras, como sempre, nervosas:
– “Meu Deus, esse homem morre, Moço! Coitado, olha aí, está se esvaindo em sangue’
– ‘Ora, minha senhora, dê-lhe óleo acanforado, penicilina, estreptomicina crebiosa, engrazida e até vacina Salk’
Mas o homem já estava frio. Agora, o malandro que é malandro não denuncia o outro, espera para tirar a forra.
Então diz o malandro:

Vocês não se afobem
Que o homem dessa vez
Não vai morrer
Se ele voltar dou prá valer
Vocês botem terra nesse sangue
Não é guerra, é brincadeira
Vou desguiando na carreira
A justa já vem
E vocês digam
Que estou me aprontando
Enquanto eu vou me desguiando
Vocês vão ao distrito
Ao delerusca se desculpando
Foi um malandro apaixonado
Que acabou se suicidando.

2 Comentários leave one →
  1. maio 13, 2009 2:39 pm

    que beleza!
    nunca vou me esquecer da noite que vi kid moringueira, do alto dos seus 93 anos, cantando no também saudoso vou vivendo (aquele mesmo na pedroso de morais onde hermeto compos na parede).
    sentados na primeira mesa em frente ao palco, do alto dos nossos 18 anos, cantamos juntos e ajudamos o velinho a lembrar vários trechos de músicas.

  2. marcosazambuja permalink
    maio 13, 2009 5:39 pm

    Genial! O Moreira nasceu em 1902 e viveu 98 anos, isso significa que você ainda deu uns 5 anos de vida pra ele. Fernando Faro conta que, quando perguntava “e aí Morengueira, tem comido bem?” ele, já velhinho, respondia “principalmente mulher”. Mata o véio!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: